Viva Pacaembu
+19
+25°
+17°
São Paulo
Segunda-Feira, 02

Eventos

Nenhuma notícia encontrada.

Viva Pacaembu
Siga-nos pelo Facebook Siga-nos pelo Twitter

Você é a favor da concessão do Estádio do Pacaembu para a iniciativa privada?

SIM
NÃO

Contexto: - Modalidade:2016 - Area:Notícia Secundaria Home - Evento:

Nenhuma notcia encontrada.

DESAFIOS DA CIA CITY

Em 1925 a Cia City enfrentava o desafio de ocupar uma área em São Paulo caracterizada por topografia acidentada, que resultou no bairro do Pacaembu, um projeto reconhecido por suas amplas calçadas arborizadas e por seu característico traçado sinuoso, que ajudou a estabelecer novos padrões urbanísticos para a cidade.

O conceito urbanístico vigente naquele momento inspirava-se nas cidades jardins de Ebenezer Howard, como resposta ao desenvolvimento caótico e insalubre das cidades industriais. Em São Paulo, esse conceito se traduziu em bairros jardins, através dos projetos da Cia City como o Pacaembu, Alto de Pinheiros e Jardim América, respondendo aos anseios daquela sociedade que buscava uma maior qualidade de vida no meio urbano.

Quase um século depois, a Cia City enfrenta o desafio de implantar um novo bairro, o City São Paulo, localizado em Pirituba, região noroeste de São Paulo.

Diferentemente do contexto urbano encontrado nas primeiras décadas do século XX, hoje, o futuro bairro encontra-se em meio a um tecido urbano consolidado, marcado por questões que refletem a complexidade da escala de uma grande metrópole, relacionadas principalmente a aspectos sociais, econômicos, de mobilidade, segurança e ambientais.

Este novo bairro representa, portanto, neste início de século, uma oportunidade de presentear a cidade com um projeto de excelência, que resgata a arte do desenho urbano e a expertise das engenharias de drenagem, terraplenagem, tráfego, saneamento e sustentabilidade.

O projeto busca através do uso misto, estabelecido pelo novo Plano Diretor de São Paulo, e do conceito de bairro compacto, promover a construção de uma comunidade que valoriza o indivíduo, projetado para a escala humana, compondo um local onde o futuro morador tenha a possibilidade de habitar, estudar, trabalhar e usufruir de espaços de lazer, comércio e serviço.
As centralidades de comércio e as áreas de maior verticalização e adensamento estão concentradas nas vias principais, distribuídos em distâncias caminháveis aos pedestres de modo a reduzir essencialmente o uso do automóvel, permitindo que a vida residencial tenha sua tranquilidade preservada nos miolos do bairro. Todos esses espaços, permeados por áreas verdes e de lazer, culminam em um extenso parque central.

À semelhança do Pacaembu, o projeto apresenta um traçado sinuoso como resposta à topografia acidentada, se integrando com o entorno e se desenrolando harmonicamente na paisagem. O cenário urbano é enriquecido por calçadas amplas e arborizadas, fiação subterrânea, áreas institucionais e pequenas praças abraçadas por residências de modo a promover o vínculo comunitário.

A Cia City observa, portanto, neste novo bairro, seus conceitos originais que deram vida aos conhecidos e valorizados bairros jardins, mas os renova à luz das questões urbanas que devem ser hoje enfrentadas e às lições que foram aprendidas em seus 100 anos de história. 

Milena Bingre
Arquiteta e Urbanista - Cia City