Viva Pacaembu
+19
+25°
+17°
São Paulo
Segunda-Feira, 02

Eventos

Aplaudido roteirista que é nosso vizinho

SAIBA MAIS

Era uma vez um menino e uma menina

SAIBA MAIS

Viva Pacaembu
Siga-nos pelo Facebook Siga-nos pelo Twitter

Você é a favor da concessão do Estádio do Pacaembu para a iniciativa privada?

SIM
NÃO

Contexto:ESPAÇO DO MORADOR - Modalidade:NOSSO VIZINHO - Area: - Evento:


legendaFoto:
Modalidade: NOSSO VIZINHO
Contexto: ESPAÇO DO MORADOR
Evento:

04/11/2013

Ttulo: Aplaudido roteirista que é nosso vizinho

Manchete:

Resumo:



legendaFoto: Jeronymo G. Bandeira de Mello
Modalidade: NOSSO VIZINHO
Contexto: ESPAÇO DO MORADOR
Evento:

03/08/2011

Ttulo: Era uma vez um menino e uma menina

Manchete:

Resumo:


Tão pertinho da Paulista e com tanto verde!

Roseli e Luciano.


Conversar com a Roseli e com o Luciano é emendar um assunto no outro. Nossos vizinhos há poucos anos, fizeram-me redescobrir algumas riquezas do Pacaembu. 

Ela veio de Curitiba - que já foi uma cidade-modelo, porém, aos poucos, vem perdendo a qualidade de vida. Ele nasceu na zona norte da capital e, adulto, mudou-se para a região mais central em função do trabalho: 


- Quando criança, vinha com meu pai ao estádio para torcer pelo Corinthians... Jurei a bandeira (para o serviço militar) no Pacaembu com milhares de outros jovens. 


Luciano é curioso: 


- Gosto de falar com as pessoas do bairro onde trabalho ou moro para saber as histórias do local, as datas, como se desenvolveu... Aqui, no Pacaembu, poucas construções são muito antigas... O estádio já existia e o bairro veio atrás. Por isso, as pessoas não podem reclamar da presença do estádio... Mas, o bairro tem que ser cuidado! Participo sempre que posso das corridas de rua e, uma descoberta positiva foi as que têm na Praça Charles Miller. 


Pouco usam o carro! Nos finais de semana, caminham pela região: 


- Gostamos dessas árvores, dos passarinhos... Vamos a pé até a Barcelona, até os Jardins, até a banca de frutas... O que é mais positivo aqui é a vegetação; é ela que deixa o bairro charmoso. Ali abaixo tem goiabeira, mais adiante limoeiro... Parece que você está no interior, mas, na verdade, está bem perto do centro. As ruas largas e a vegetação demonstram a qualidade do bairro. 


Enfático, Luciano afirma: 


- Por ser um bairro diferenciado, a Prefeitura deveria cuidar mais e não deixar deteriorar, não deixar o mato crescer nas praças.... 


Como exemplo do descaso da municipalidade, contam que o mato fica alto e, quando é podado, os restos são colocados em sacos amarelos que ficam abandonados nas calçadas por até 2 dias; acabam sendo rasgados por transeuntes e todo o serviço feito é desperdiçado. 


Quanto aos moradores, ele reconhece: 


- Há um bairrismo, no bom sentido. Têm uma visão de comunidade e espírito de cordialidade. São participantes. 


Roseli finaliza: 

- Morar no bairro era um sonho. Sair daqui, só quando formos.



Entrevista de: Cláudia Sodré

Publicado no Boletim Viva Pacembu nº6 de FER/MAR 2012