Viva Pacaembu
+19
+25°
+17°
São Paulo
Segunda-Feira, 02

Eventos

Lei de zoneamento: comissão aprova substitutivo e projeto segue para o plenário

SAIBA MAIS

Comgás amplia presença no Pacaembu

SAIBA MAIS

RESULTADO ELEIÇÕES - Conselhos e diretoria da Viva Pacaembu

SAIBA MAIS

O futuro do estádio do Pacaembu

SAIBA MAIS

Participe das audiências públicas da revisão participativa da Lei de Zoneamento

SAIBA MAIS

Viva Pacaembu
Siga-nos pelo Facebook Siga-nos pelo Twitter

Você é a favor da concessão do Estádio do Pacaembu para a iniciativa privada?

SIM
NÃO

Contexto:NOTÍCIAS - Modalidade:2015 - Area: - Evento:


legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

22/12/2015

Ttulo: Lei de zoneamento: comissão aprova substitutivo e projeto segue para o plenário

Manchete:

Resumo:



legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

07/12/2015

Ttulo: Comgás amplia presença no Pacaembu

Manchete:

Resumo:



legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

07/07/2015

Ttulo: RESULTADO ELEIÇÕES - Conselhos e diretoria da Viva Pacaembu

Manchete:

Resumo:



legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

23/02/2015

Ttulo: O futuro do estádio do Pacaembu

Manchete:

Resumo:



legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

06/01/2015

Ttulo: Participe das audiências públicas da revisão participativa da Lei de Zoneamento

Manchete:

Resumo:


Entrevista com o arquiteto Carlos Eduardo Warchavchik

Na sinuosa rua Itápolis, a poucas quadras do Estádio, nos recebe para esta entrevista, Carlos Eduardo Warchavchik, neto do ucraniano Gregori Ilitich Warchavchik, braço da arquitetura na discussão modernista subsequente à semana de arte moderna de 1922.

A casa, local da entrevista, ficou pronta em 1930 e, logo depois, foi aberta por 60 dias a visitação pública e recebeu mais de 20.000 pessoas curiosas em conhecer o protótipo exemplificador da nova modernidade do viver no distante subúrbio do Pacaembu.

Nas palavras de Guilherme de Almeida - poeta e ex-morador do Pacaembu -: a simples e exata geometria de cimento, ferro e vidro constituía uma divisa moderna para um bairro moderno.
Considerada um experimento inovador e distinto da paisagem de casarões e palacetes neoclássicos que pontilhavam no que são hoje os bairros de Santa Cecília e Higienópolis, a casa foi tombada pelo CONDEPHAAT (1994) e pelo IPHAN (2003).

Diferentemente de outras obras de Warchavchik essa propriedade ainda pertence à família e, em 2007, após um longo período de locação, a família iniciou um restauro e a reversão de algumas reformas. Carlos Warchavchik, formado pela FAU - USP, foi o responsável pela empreitada.

Durante o processo, as expectativas mudaram de rumo e em 2008 decidiu-se não mais colocar a casa para locação; em 2010, no aniversário de 80 anos da primeira exposição pública, a casa foi aberta, novamente, à exposição com forte impacto de público.

Neste mesmo ano, após a imersão do restauro, Carlos decide mudar-se para a casa e realiza ali seu casamento com Alessandra Blocker.

Em suas palavras: “sempre quis morar no Pacaembu e a vivência do restauro e a proximidade com Alessandra compeliu a minha vinda para a casa como algo natural”.

Corintiano dos que não medem esforços para ver um jogo num estádio diz:”descia uma quadra e estava dentro do estádio do Pacaembu com a fiel torcida”. Despedimo-nos com sua foto ao lado do mandacaru formando um conjunto icônico com a casa.

Alberto Milani Junior