Viva Pacaembu
+19
+25°
+17°
São Paulo
Segunda-Feira, 02

Eventos

Lei de zoneamento: comissão aprova substitutivo e projeto segue para o plenário

SAIBA MAIS

Comgás amplia presença no Pacaembu

SAIBA MAIS

RESULTADO ELEIÇÕES - Conselhos e diretoria da Viva Pacaembu

SAIBA MAIS

O futuro do estádio do Pacaembu

SAIBA MAIS

Participe das audiências públicas da revisão participativa da Lei de Zoneamento

SAIBA MAIS

Viva Pacaembu
Siga-nos pelo Facebook Siga-nos pelo Twitter

Você é a favor da concessão do Estádio do Pacaembu para a iniciativa privada?

SIM
NÃO

Contexto:NOTÍCIAS - Modalidade:2015 - Area: - Evento:


legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

22/12/2015

Ttulo: Lei de zoneamento: comissão aprova substitutivo e projeto segue para o plenário

Manchete:

Resumo:



legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

07/12/2015

Ttulo: Comgás amplia presença no Pacaembu

Manchete:

Resumo:



legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

07/07/2015

Ttulo: RESULTADO ELEIÇÕES - Conselhos e diretoria da Viva Pacaembu

Manchete:

Resumo:



legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

23/02/2015

Ttulo: O futuro do estádio do Pacaembu

Manchete:

Resumo:



legendaFoto:
Modalidade: 2015
Contexto: NOTÍCIAS
Evento:

06/01/2015

Ttulo: Participe das audiências públicas da revisão participativa da Lei de Zoneamento

Manchete:

Resumo:


Cupins - Insetos vivendo em sociedade

Os cupins vivem em sociedade e são mais velhos do que imaginamos. Estão espalhados pelo mundo há mais ou menos 3.000 anos, principalmente nas áreas tropicais e subtropicais. Mas podem aparecer em áreas desérticas e em climas temperados. 

Eles são importantes no ambiente natural porque decompõem a celulose, principal componente da madeira. Temos no Brasil mais ou menos 280 espécies e apenas 10% prejudicam as áreas urbanas, como da família Kalotermidae que em área urbana infestam mobílias e madeiras de construção. O mais terrível cupim, aqui no sudeste, é o da espécie Cryptotermes brevis, que traz grandes prejuízos financeiros ao homem.

O plantio inadequado das árvores, sem planejamento no sítio urbano, como em solo compactado, pouco espaço entre elas e sob fiação elétrica, faz com que precisem de poda. Quando esta é feita de maneira inadequada, pode causar a morte da árvore atraindo os cupins. Outro motivo é que quando a árvore morta é retirada, dificilmente retiram suas raízes, que certamente serão infectadas por cupins. Havendo sempre ninhos próximos às residências, pode ocorrer a infestação de cupins em nossas construções e mobílias.

O contrário também é válido, infestação de cupim nas casas, passando para as árvores da rua. Como houve grande expansão das construções e a utilização de madeira de lei para as mesmas tornou-se inviável, muito cara, é quando a madeira de reflorestamento entra na construção, sendo estas menos resistentes ao ataque de cupins dando início a infestação. Para o controle, é aconselhável o uso da madeira de reflorestamento tratada por produtos químicos. 


Uma análise feita pelo IPT, Instituto de Pesquisas Tecnológicas, chegou a seguinte conclusão: Árvores analisadas em bairros como Alto da Lapa, Pacaembu entre outros, são atacadas por um tipo de fungo, Ganoderma sp, que apodrece a madeira, pré digerindo para os cupins, facilitando a infestação. Como o plantio das árvores foram feitos por volta da década de 1930, estão velhas e sofrendo stress da cidade, chegou a hora de substituí-las. 

Maria Amélia Perrone